Carregando...

Fome x Apetite: Entenda a diferença

Publicidade

A rotina e o estresse do dia a dia que, muitas vezes, fazem com que as refeições sejam esquecidas, acabam desregulando todo o sistema do corpo e nem paramos para pensar se aquela vontade de comer algo é realmente fome x apetite: entenda a diferença.

A ansiedade, por exemplo, é um dos transtornos que podem mexer drasticamente nesse equilíbrio. Ao engordar além do peso ideal por comer aquele doce ou aquela pizza, normalmente pensamos que era fome.

Infelizmente, essa falta de sintonia entre a vontade e o sentimento nos faz questionar e nos deixa sem saber o que fazer. Entretanto, sempre se existe uma solução e você vai conferir aqui como diferenciar esses dois tipos e dicas para equilibrar esse problema. Por isso, veja abaixo fome x apetite: entenda a diferença.

Publicidade
Fome x Apetite: Entenda a diferença
Apetite (Imagem: Google)

Fome x Apetite: Entenda a diferença – O que é fome?

A fome é uma resposta do organismo a falta de combustível para a energia do corpo, a falta dos alimentos. Essa necessidade causa contrações no estômago, as famosas dores de estômago de fome.

Essa vontade de se alimentar não está interligada a apenas um certo alimento, mas a uma refeição ou qualquer outra coisa que possa eliminar a necessidade.

A fome se diferencia do apetite por estar ligada a necessidade do corpo de ter combustível para produzir energia, seja qual for o alimento ele precisa ter uma função, trazer nutrientes para que o metabolismo produza energia.

Publicidade

É algo muito mais biológico do que psicológico.

E o que seria apetite?

Apetite, também chamado de vontade ou desejo de comer, é algo psicológico que te faz desejar um alimento, somente ele, mesmo que você tenha feito uma refeição satisfatória um pouco antes.

Diz-se que o apetite é o famoso “comer com os olhos”, algo que é amplamente usado na publicidade para induzir o cliente a consumir algo sem que ele precise. Entretanto, por ser algo psicológico, também pode estar ligado a razões sentimentais.

Existem pessoas que comem quando estão ansiosas, tristes ou quando estão com raiva, por exemplo. Apenas quando se come o alimento desejado é que a pessoa se sente saciada. Nesse caso, o corpo não deu sinal de fome e você comeu por desejo e não necessidade.

Diferente da fome, o apetite conduz o psicológico a uma espécie de prazer, por isso o apetite pode aparecer a qualquer hora e a qualquer momento. Enquanto a fome está presa ao biológico e pode gerar o apetite, ele, por sua vez, pode existir de forma independente do organismo.

Malefícios da perda de controle

A perda de controle do apetite, seja por desequilíbrio do organismo ou por descontrole psicológico, produz diversos malefícios ao corpo humano. Como por exemplo:

Dicas para manter o corpo em equilíbrio

Se o seu desequilíbrio for por razões emocionais, o ideal é procurar ajuda médica, pois sozinho, a depender do estado em que se encontra, é difícil controlar o apetite.

Aqui estão algumas dicas que você pode tentar aplicar no seu dia para diminuir o apetite e ajudar no equilíbrio do organismo, com o corpo e a mente em sintonia e os sentidos funcionando bem. Confira:

– Vá a um nutricionista para comer saudavelmente e se alimentar de 3 em 3 horas, mantendo o organismo saciado;

– Sente para se alimentar e coma devagar, mastigando muito bem os alimentos. Isso vai te trazer a sensação de saciedade;

– Faça pequenos lanches entre as refeições. Coma oleaginosas como castanhas e amendoins;

– Beba água. As vezes, o organismo tem sede e essa vontade pode ser confundida facilmente com a fome.

Tenha uma vida saudável e se alimente bem. Pegue essas dicas e pesquise muitas outras, elas vão te auxiliar no processo e te ajudar a saber quando é fome ou apenas apetite.

Publicidade